Álcool e drogas no Carnaval


Álcool e drogas no Carnaval

O consumo de álcool e drogas no Carnaval realmente é uma prática comum, principalmente entre as pessoas que buscam formas de ficarem ainda mais desinibidas e relaxadas, isso porque a maioria deseja aproveitar ao máximo os dias de folia.

Porém, este acaba se tornando um enorme problema para pessoas que não conseguem se controlar durante esses dias de folia, o fato é que a bebida alcoólica acaba se tornando uma das protagonistas principalmente quando a ingestão da mesma é irresponsável e exagerada.

Inclusive, os hábitos brasileiros acabam por contribuir com essa situação, além do mais, de acordo com os dados da própria Organização Mundial da Saúde (OMS), os brasileiros acabam ingerindo ao ano por pessoa 8,9 litros em 2016, superando a média mundial que toma 6,4 litros.

Desta forma, todos precisam conferir qual é a relação entre o álcool e drogas no Carnaval, e ainda verifique como evitar esses exageros nos dias de folia, sempre procurando ajuda em caso de abuso dessas substâncias.

 

Saiba qual é a relação entre o álcool e drogas no Carnaval

 

Logicamente há uma relação entre o álcool e drogas no Carnaval, e isso acaba acontecendo justamente devido à falta de políticas de prevenção, sendo que esse claramente é um dos principais fatores capazes de contribuir para o consumo abusivo de substâncias.

Além do mais, durante o Carnaval a comercialização do álcool em época de Carnaval é feita sem um controle rígido em vários estabelecimentos, estando presentes até mesmo em lojas de conveniência e ainda por vendedores ambulantes.

É óbvio que o uso dessas substâncias não ocorre apenas no Carnaval, na verdade, ele é incentivado desde cedo por amigos e parentes.

Sendo que de acordo com a própria Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), 73% dos jovens na fase escolar já experimentaram doses de bebidas, cerca de 37% deles acabaram por sofrer episódios de embriaguez na vida.

Que o álcool traz diversos prejuízos para a saúde não há dúvidas, no entanto, ele ainda pode ser uma porta de entrada para o consumo das drogas ilícitas, essas que também são facilmente encontradas principalmente nos dias de folia.

Um exemplo disso, é que no início dos anos 1900, o lança perfume acabou por se popularizar no Carnaval Brasileiro, e o mesmo até os dias atuais é usado como brincadeira entre os foliões que querem diversão.

Já o LSD e o Ecstasy, acabam sendo outras substâncias sintéticas de abuso e que são muito procuradas nesta época do ano.

 

Como evitar excesso de álcool e drogas durante os dias de Carnaval?

 

O consumo de álcool e drogas no Carnaval, é exagerado, no entanto, o ideal é consumir álcool de maneira responsável e seguindo algumas orientações.

Sendo assim, a primeira orientação é se alimentar e se hidratar corretamente antes ou até mesmo durante o ato de beber, justamente porque o álcool acaba sendo absorvida mais lentamente, amenizando então os efeitos negativos dentro do organismo.

Lembrando ainda, que pessoas jovens menores de 18 anos não podem consumir bebidas alcoólicas, e isso por questões legais além de riscos que o uso precoce acaba trazendo para a saúde física e mental.

Pessoas que fazem uso de medicamentos controlados, devem sempre evitar o consumo de álcool justamente devido à possíveis interações que podem ser perigosas entre a bebida e os remédios.

Outro problema sério não somente nessa época, é a combinação de bebida e direção, justamente porque os acidentes acabam ocorrendo em uma quantidade ainda maior nessa época de Carnaval.

De acordo com pesquisas, o ideal é que homens consumam de 2 a 4 doses de bebida por ocasião com baixo risco, já as mulheres de uma a duas doses, lembrando que cada dose acaba correspondendo de 10 a 12 gramas de etanol, ou seja, uma lata de cerveja ou ainda uma taça de vinho.

 

Abusei do álcool e droga o que fazer?

 

Entenda que em um primeiro momento as drogas causam sensações bem positivas, entre as mesmas: euforia, bem estar e até mesmo desinibição. No entanto, depois quando começa então a cair a metabolização dessas substâncias acabam surgindo então os efeitos negativos.

Logo a pessoa começa a ficar irritadiça, tem perda de memória, sonolência, dificuldade para tomar decisões, entre outros.

Então essa experiência que anteriormente parecia prazerosa, então as consequências são mais graves, sabidamente o consumo excessivo de drogas ou álcool pode sim causar muitos problemas de saúde mentais e físicos.

Desta forma, quando a pessoa já está com problemas, o ideal é procurar ajuda especializada para obter um diagnóstico e tratamento corretos!

Entramos em contato

Blog

Clínica de Dependência Química em Santa Catarina

Clínica de Dependência Química em Santa Catarina

A clínica de dependência química em Santa Catarina é um dos espaços mais indicados para tratar da dependência química.

Como Sair da Dependência Química

Como Sair da Dependência Química

Como sair da dependência química ? Essa é a pergunta que mais angústia o dependente químico.

Álcool e drogas no Carnaval

Álcool e drogas no Carnaval

O consumo de álcool e drogas no Carnaval realmente é uma prática comum, principalmente entre as pessoas que buscam formas de ficarem ainda mais des

O que leva os jovens a experimentar drogas?

O que leva os jovens a experimentar drogas?

De fato, há muitos motivos capazes de levar os jovens a experimentar drogas, sendo que entre as mesmas estão o álcool e os demais tipos de drogas e

Aceitamos diversos planos de saúde consulte
Planos de saúde
Podemos Ajudar?